Inanimado

Set 08

Inanimado

Carreguei cadeiras pra todo lado

Empurrei os móveis mais pesados

Nas paredes pendurei retratos

Mas ainda não era o que eu desejava

*

Reformei as cadeiras

Troquei as fotografias

Pintei as paredes

Poli a prataria

Mas ainda faltava

*

Puz flores nos vasos

Almofadas e laços

Estantes e quadros

Mas fui ficando cansado

*

Eram só  seres inanimados

Madeira morta

Barro trincado

*

Então os deixei ali

Nas escolas onde estudei

Nos lugares onde trabalhei

Nas cidades por onde passei

*

E levei comigo

Apenas os amigos

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>